O papel do professor online

TAVARES, K. C.A., (2001), Discutindo a formação do professor on-line-de listas de habilidades docentes ao desenvolvimento da reflexão crítica. [online] disponível em: http://www.comunicar.pro.br/artigos/reflex.htm

Trata-se de um artigo, no qual a sua autora (Coordenadora de grupo LingNet)  pretende, face ao aumento da oferta de cursos on-line, discutir (sumariamente) sobre quais os contornos desejáveis de formação de um professor on-line. Esperando, com este, contribuir para a sistematização do conhecimento na área e para desenvolvimento de novos projetos, leva o(s) e-leitor(es) a fazer(em) um percurso através de propostas resultantes de trabalhos desenvolvidos sobre a problemática em causa, que vão desde um conjunto de habilidades – pedagógicas, gerenciamento (ou de gestão), sociais e técnicas – a serem adquiridas pelo professor em contextos digitais, e à apresentação de listas de recomendações e/ou de treinamentos, até propostas  mais abrangentes, com um especial ênfase na adoção de um modelo, o qual demonstra defender, de formação contínua, baseada na reflexão crítica dos professores. Segundo a autora, e a título conclusivo, a integração deste aspeto na formação, permitirá ressalvar a promoção do confronto entre a teoria e a prática assim como a superação de algumas visões mais tecnicistas e/ou reducionistas.

Embora não podendo ser considerado aprofundado, o presente registo merece, apesar disso, alguma atenção, pela sua (ainda) atualidade e pertinência. A proposta de discussão da autora, não só nos dá conta da evolução (ainda que incompleta, não mencionando, por exemplo, o contributo de G. Salmon) do pensamento sobre as competências esperadas e “específicas” a um professor on-line, nos remete para a indispensabilidade de acumulação futura de conhecimento (emergente das práticas pedagógicas) sobre a área, como também, reflete a constante necessidade do ato reflexivo e crítico, extensível e comum a qualquer modalidade de ensino – Presencial, à distância ou em sistema misto- sobre o processo ensino-aprendizagem e, em particular, sobre o papel dos professores. De destacar, finalmente, a ideia que “é na prática que melhor se pode aprender a usar as tecnologias EaD” (Tavares, K., 2001) e a referência à indispensabilidade de se investir em” peopleware (Azevedo, 2000, quoted in Tavares, K., 2001).

Anúncios

2 thoughts on “O papel do professor online

  1. O Artigo de Tavares, K. (2001), escolhido nesta bibliografia anotada, é bastante relevante no âmbito do estudo da pedagogia em regime de eLearing.
    É interessante o reforçar da autora relativamente à questão do “aprender fazendo”, fundamental para quem aprende em regime eLearning.
    A anotação é concisa e precisa, a crítica final é esclarecedora da importância do artigo em questão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s